Divulgação da Semana Farroupilha2012

Bueno Gaúchada esta ai o nosso cartaz de Divulgação da 3° Semana Farroupilha do Lanceiros, espero que gostem, esperamos que apreciem bastante o evento!

Semana Farroupilha 2012

Programaçao:

14,15e16/09 Busca da Chama juntamente com o CCN Raizes da Tradição

17/09 19:00 Hs Missa Crioula  (Salão da Comunidade Jesus Operário)

18/09 Chama Crioula na Escola M E F João da Silva Silveira (todo dia)

19/09 Chama Crioula na Escola E E E Médio Marechal Rondon (todo dia e noite)

20/09 18:00h Extinção da Chama Crioula (Salão da Comunidade Jesus Operário)

22/09 19:00h Tertúlia Livre: Música, Poesia e Danças Gaúchas;

                           Presenças do CCN Raizes da Tradição

                                                 Cleiton Schillim

                                                 Sandro Viléla

23/09  10:00 Hs Desfile de Cavalarianos na Av: Principal do Monte Bonito

               

Chama Crioula 2012

Chama Crioula 2012 é acesa em Venâncio Aires; Gaúchos e Gaúchas de todos os rincões do RS se preparam para receberem a centelha da chama crioula.

CORAGEM!

    Uma das grandes virtudes do povo Gaúcho (homens e mulheres) tanto no que diz respeito a revolução farroupilha e outras das quais fizeram parte na história, quanto nas lutas do dia a dia, a coragem, com certeza é uma das mais belas. Não falo apenas na coragem de pelear de adaga, mas coragem de pelear com idéias pra defender a nossa culura, coragem de reunir uma meia dúzia e acrediar que amanhã poderemos ser mais,coragem de acreditar que as nossas decepções e os nossos erros de hoje servirão de exemplos para os que virão depois.

     Nosso agradecimento a patrão fundador, Fabricio Mendes, pela coragem que demonstrou ao reunir,em 14/12/2009 um grupo de amigos e fundar o Piquete Lanceiros do Monte Bonito, entidade que se firma na localidade de Monte Bonito e arredores, pela sua contribuição no sentido de resgatar e preservar a cultura da localidade e do Rio Grande do Sul. Feito que se percebe facilmente no crescimento do grupo e pela aceitação da comunidade.

     Hoje com mais de dois anos de atividades estamos trocando a patronagem;assumimos com a certeza de que muitos e novos desafios teremos pela frente, mas temos a certeza que o Patrão Velho lá de cima, juntamente com a primeira prenda do céu e São Pedro o capataz da estância maior estarão juntos na jornada, cavalgando lado a lado, abrindo picadas e alargando horizontes da nossa cultura!

Nova Patronagem; exercicio 2012-2014
Patrão; Jair Oliveira
Capataz; João Carlos Dornelles
Sota-capataz; Daiane Kröning
Agregado das Pilchas; Roberta Dornelles e David Soares
Invernada Campeira; Alex Porto, João Marcos Dornelles e Armando Ailton Nunes
Invernada Artistica; Cleiton, Dirce e Larissa Schillim
Buenas gauchada, estivemos campeando um pouco da história desse excelente Cantor, instrumentista e compositor e estamos largando pra vocês.
 
Ademar Silva


Ademar Marques Rataiesky

15/11/1943 São Lourenço do Sul/RS.

Apresentou-se em festas gaúchas e tocou com Teixeirinha no Rio Grande do Sul, Uruguai e Argentina. Em 1961 gravou pela Philips "Gaúcho forasteiro", de sua autoria e Leopoldo e "Oito de maio", parceria com Pinheiro. No ano seguinte, lançou pela mesma gravadora, "O amor que eu sonhei" e "Homenagem ao papai", parcerias com Leopoldo. Em 1963 gravou pela RCA as toadas "Leva eu, sodade", de Tito Neto e Alventino Cavalcânti e "Chuva do bem", de Demóstenez Gonzales.


Em 1968, lançou "Rei dos pampas", composição de Raul Torres. Gravou também "Vida triste", de Piraci e Lourival dos Santos. Apresentou-se em emissoras de rádio e de TV, circos, boates e teatros de diversos estados do Brasil. Em 1975, gravou um LP pela Tropicana. Destacaram-se naquele LP, "Saudades de Porto Alegre", de Roberto Stanganelli e Paraguassu, "Felicidade", de Lupicínio Rodrigues, "Velhas cartas", de Tonico, Tinoco e Zé Paioça e "Sortes iguais", de sua autoria. Entre 1975 e 1982, gravou quatro LPs pela Chantecler. Gravou, ainda, diversos discos pelas gravadoras PolyGram, Continental e Solo Livre.


DESEJAMOS UM BAITA NATAL
E UM ANO NOVO DE MUITAS
ALEGRIAS E REALIZAÇÕES...
QUE O NOSSO PATRÃO MAIOR NOS ILUMINE E NOS DÊ MUITA SAÚDE E PAZ!

FELIZ NATAL!
FELIZ 2012!




Luto gaúcho

Há seis meses na luta contra um enfisema pulmonar, o cantor e compositor nativista José Cláudio Machado morreu na tarde de segunda-feira no Hospital Mãe de Deus, em Porto Alegre, aos 63 anos. Vencedor da Calhandra de Ouro na 2ª edição da Califórnia da Canção Nativa, em 1972, tinha uma característica marcante, conforme o amigo de infância Enon Cardoso: "tinha o coração do tamanho do mundo".

— O Rio Grande perdeu um dos seus maiores ídolos. Era amigo de todos, não fazia mal a ninguém e sempre defendeu a amizade.
Considerado um dos grandes representantes da canção gauchesca, o tapense, nascido no dia 17 de novembro de 1948, foi motivado por familiares desde a infância a cultivar a tradição. Além da voz marcante, o artista, que se "notabilizou por cantar o cavalo", também demonstrava o talento no manuseio da gaita:

— O que poucas pessoas lembram é que antes mesmo de cantar o "Zé" era um grande gaiteiro. Ele foi um dos inspiradores do Borghetinho (Renato Borgheti) a tocar com a gaita de oito baixos. Inclusive foi ele quem deu a primeira gaita ao Borghetinho.




video






"Enserenada" musica de Jairo Lambari Fernandes na voz de Sandro Vilela.

video

"Tamo" junto gaúcho!
 Toca pra frente, estamos te apoiando e te daremos cobertura.
Um baita abraço...
Fabrício Mendes

União Gaúcha conquista o 2º Lugar no ENART

A centenária pelotense União Gaúcha João Simões Lopes Neto, conquistou no final de semana o título de segundo melhor grupo do Estado na categoria de danças tradicionais, no Encontro de Arte e Tradição Gaúcha (Enart). A 26ª edição do evento reuniu cerca de 70 mil pessoas na cidade de Santa Cruz do Sul de sexta-feira (18) até o final da noite de domingo.


O grupo fez uma bela apresentação, com o tema em torno de Pelotas e a figura de João Simões Lopes Neto, perdendo apenas para o CTG Rancho da Saudade, de Cachoeirinha, da 1ª Região Tradicionalista, que foi o grande vencedor.

Os concorrentes classificados nas etapas Inter-regionais se apresentaram na sexta à noite e no sábado durante todo o dia. Os melhores desempenhos em cada modalidade apresentaram-se novamente no domingo. A União Gaúcha e o CTG Carreteiros do Sul, ambos da 26ª Região Tradicionalista, representaram a cidade de Pelotas, na grande final, quando 20 grupos disputaram a principal premiação nas danças tradicionais, força A.


O tema da centenária foi em torno de Pelotas e a figura de João Simões Lopes Neto


O CTG Carreteiros do Sul também se classificou para a grande final
http://www.mtg.org.br/V%20E%20N%20C%20E%20D%20O%20R%20E%20S%20%20%20%20ENART%20%20%20%202011.pdf
"Vamo" em frente gauchada!


Não "afroxemo" nem os "lançante"

Pois "semo" loco de dá com um pau

"Cruzemo" a nado se o rio não dá vau

Neste mundo "véio" flor de cabuloso

E o "mala bruja" quando esconde o toso

Nós "esporiemo" bem no sangrador

Em rancho de china, se "campiemo" amor

"Entremo" sem sono e "garantimo" o poso
Após o desfile;

A chegada ao pátio da comunidade Jesus Operário.

 

E aquela preocupação que nós temos!
No futuro quem é que vai seguir os nossos feitos e continuar mantendo e cultivando a Tradição e a Cultura do Rio Grande do Sul?

A resposta que nós queremos esta em fotos.


Veja abaixo:


Essa GURIZADA na nossa volta é a coisa mais buena que tem.













"MISSA CRIOULA"

O Padre Claudio conduzindo a 2ª Missa Crioula do Piquete.
Baita Companheiro!

A UNIÃO DOS PIQUETES NO DESFILE FARROUPILHA NO MONTE BONITO.

 
 









                                                                                                           
                                                            
Noite da Tertúlia Livre
Semana Farroupilha 2011

 As Prendas encantando  a noite de apresentações.

      Nosso grande amigo e companheiro o cantor Cleiton Schillim
em mais uma bela apresentação.         

O cantor Sandro Vilela encantando o público que prestiagiava a Tertúlia Livre.


Os peões Alexandre e Richard recebendo a lembrança da Semana Farroupilha
 das mãos do Patrão após as apsentações da dança de chula.


A brilhante apresentação do CCN Raízes da Tradição.


A nossa missão continua a mesma!
Manter e cultivar a tradição gaucha junto das familias e dos amigos.
SEMANA FARROUPILHA 2011.

Dia 16/09 - Chegada da Chama Crioula no Piquete Lanceiros do Monte Bonito

No Dia 17/09 : Tertúlia Livre com início ás 19 h ;

Na manhã do dia 18/09 : Desfile de cavalarianos que serão recepcionados na Comunidade Jesus Operário com uma "Missa Crioula"; churrasco sob encomenda e a Tarde Mini Fandango e sorteio de rifa .

Gauchada!
Vamos prestigiar as atividades do Piquete Lanceiros do Monte Bonito.
Um piquete que nasceu para somar junto aos que já existem na localidade, porque no cultivo da tradição não deve ocorrer RIVALIDADES.
Os PIQUETES, CCNs e ESCOLAS jamais poderão esquecer que o trabalho realizado é para a POPULAÇÃO.

  De lança na mão peleando pela tradição!


Tem coisas que marcam muito. Este repentista e exímio cantor do Rio Grande do Sul, nascido na histórica Piratini e radicado aqui em Pelotas, Gilberto Gomes, é um exemplo a ser dado.

Gaúcho humilde e muito atencioso com todos seus fãs vem demonstrando isso ao se postar no calçadão da cidade oferecendo seus CDs gravados sabe-se lá com que sacrifício, para o público que aprecia a música gaúcha.

O disco que ele gravou em 1996. Velha Tapera foi o trabalho, que abriu os horizontes para este cantor onde, a música título do cd, foi o carro-chefe do álbum.

Para ele não existe orgulho, vaidade ou coisa que o valha. Ele vai a luta e de uma forma honesta procura colocar o resultado da sua qualidade maior que é cantar, à disposição do seu enorme público admirador, seja ela da maneira que for.

Foi ali, no calçadão da Andrade Neves que o encontrei, pondo à venda aos transeuntes seus três álbuns de carreira até então gravados.

Gilberto Gomes é outro artista que merece cavalgar por horizontes mais amplos. O simples fato de ser um sucessor natural do grande e inesquecível repentista Gildo de Freitas, o credencia a ter seu nome mais divulgado no cenário da música tradicionalista do nosso Rio Grande do Sul.

CONTATOS PARA SHOWS – TELEFONE (53) 2171-3065, com NINA


O cantor José Cláudio Machado, intérprete maior da música campeira do Rio Grande, voltou a dar entrada no CTI do Hospital Mãe de Deus, na noite de terça-feira, 26 de agosto. O sintomas são semelhantes aos que resultaram na internação anterior, a cerca de seis meses. Seu estado de saúde é grave, mas estavel e não há previsão de alta.

Mais uma vez é hora de unirmos nossas preces em favor deste expoente da música regional gaúcha, inigualável na sua forma de interpretar as obras identificadas com os usos e costumes do homem campesino.

Deus te abençõe e te cure.
Música


Pelotas ganha prêmios na 31ª Coxilha Nativista

Quando acaba um festival, fica sempre um sentimento de saudade...e essa Coxilha gurizada, vai deixar muita saudade. Uma edição histórica do festival com músicas de muita qualidade, intérpretes, letras, melodias e apresentações que ficarão gravadas na memória e no coração de todos.


São de Pelotas as duas canções que arrebataram primeiro e segundo lugares na 31ª Coxilha Nativista, de Cruz Alta, um dos mais importantes festivais do Rio Grande do Sul, que ocorreu no último final de semana. O chamamé Coração de madeira e a chamarra Vocação abriram as duas noites de eliminatórias que tiveram com atrações shows de Pedro Ortaça, Joca Martins, Luiz Marenco e Jari Terres.


O primeiro lugar, Coração de madeira é um chamamé com letra de Adriano Silva Alves e melodia de Cristian Camargo que participa também do arranjo junto a Luciano Fagundes. Para interpretar a canção, subiram ao palco Marcelo Oliveira, Rainére Spohr, Roberto Borges (violão base) e Cícero Camargo (violão solo) acompanhados pelos músicos Maykel Paiva (violão solo), Cristian Camargo (guitarron) e Negrinho Martins (contra-baixo). Recitado: Adriano Silva Alves. A apresentação rendeu ainda o prêmio de Melhor Indumentária.

Vocação, uma chamarra de José Carlos Batista de Deus e Eduardo Munhoz, com melodia de João Bosco Ayala e Luis Augusto Correa, ficou com o segundo lugar da competição e garantiu ainda o prêmio de melhor Intérprete para Ângelo Franco. O arranjo foi coletivo e para apresentar a canção participaram o intérprete Ângelo Franco, João Bosco Ayala (violão), Rafael Rocha (violão), Everson Maré (violão/vocal), Manoel Souza (contra-baixo), Luizinho Correa (acordeon) e Mano Ayala (percussão).






"Entre mates e canções".


Esse nome é o mesmo de um projeto que já existiu em Candiota, no passado, e que não mais fora realizado. Decidiu-se, então, esta mesma caracterização, consensualmente entre organizadores e apoiadores do evento, para a revitalização do “Entre Mates e Canções”, porém, sob novo formato.

O "Entre Mates e Canções" é um projeto de tertúlias nativistas, na qual os talentos artísticos de Candiota e - região - poderão apresentar o seu trabalho para o público candiotense. Cada tertúlia terá um tema pré-definido, ou seja, todas as músicas apresentadas serão relativas ao tema.

A primeira tertúlia homenageia o cantor César Passarinho. Sendo assim, o repertório será essencialmente baseado na trajetória deste ícone do nativismo. Além disso, cada tertúlia terá a participação de 2 artistas renomados no meio nativista, que irão dividir o palco com os músicos candiotenses.

Na primeira tertúlia teremos a presença do cantor Robledo Martins e do violonista Everson Maré.

Local: O projeto apresenta caráter itinerante, sendo predominante a sua realização nos centro de tradições gaúchas da cidade de Candiota.

Mais informações sobre a 1ª edição:

Tema: Músicas consagradas na voz de César Passarinho

Artistas convidados: Robledo Martins (intérprete) e Everson Maré (guitarrista, ex-integrante do grupo OS SERRANOS).

Dia 31/07/11 (domingo) as 19.00h, no Clube Social Recreativo Candiota (vila residencial).


** Entrada franca 
video
Tradição gaúcha marca presença no Fórum Internacional Software Livre

Um CTG chama atenção de quem passeia pelos corredores do 12º Fórum Internacional Software Livre (Fisl12). No entanto, não se trata de um Centro de Tradições Gaúchas: o CTG é o Centro de Tecnologia Gaudéria, dos funcionários da Companhia de Processamento de Dados do Rio Grande do Sul (Procergs).


A proposta é juntar a cultura nativista com a tecnologia. Visitantes de diversas partes do país já provaram o chimarrão.

Um abraço gauchada e um excelente final de semana!
Fabrício Mendes
Então gauchada!

Estou postando pra vocês o resultado da Sapecada da Canção, esse grande festival que acontece em Santa Catarina e que reúniu grandes nomes da música gaúcha. O troféu de primeiro lugar e mais o prêmio de 12 mil reais ficaram com a composição "O Primeiro Canto" de Sergio Carvalho Pereira e Beto Borges, interpretada por Luiz Marenco e Xirú Antunes. Além do primeiro lugar, Marenco também obteve os premios de segundo lugar, cantando junto com Joca Martins, Marco Aurélio Vasconcellos e Marcelo Oliveira, na composição "A Memória da Pedra" de Gujo Teixeira e Cristian Camargo; e também o premio de Melhor Intérprete em uma interpretação memorável do cantor, que foi o grande nome do festival em sua 19º edição.

Parabéns a todos os vencedores...

1 LUGAR


O PRIMEIRO CANTO
Ritmo: MILONGA
Letra: SÉRGIO CARVALHO PEREIRA
Música: ROBERTO BORGES
Intérprete: LUIZ MARENCO E XIRÚ ANTUNES
Cidade: PELOTAS - RS

2 LUGAR

A MEMÓRIA DE PEDRA
Ritmo: MILONGA
Letra: GUJO TEIXEIRA
Música: CRISTIAN CAMARGO
Cidade: CANDIOTA - RS

3 LUGAR

O MESMO
Ritmo: CHAMAMÉ
Letra: MATEUS NEVES DA FONTOURA E FÁBIO MACIEL
Música: JULIANO MORENO
Cidade: PORTO ALEGRE, BAGÉ E SANTANA DO LIVRAMENTO - RS


MELHOR TEMA SOBRE REGIÃO SERRANA – INFÂNCIA

MELHOR TEMA CAMPEIRO – O MESMO

MELHOR CONJUNTO VOCAL – CHAMARRITA ROMANCEIRA

MELHOR ARRANJO – O PRIMEIRO CANTO

MELHOR MELODIA – FEITO ALPARGATA (ROBERTO LUÇARDO)

MELHOR LETRA – A MEMÓRIA DA PEDRA (GUJO TEIXEIRA)

MELHOR INSTRUMENTISTA – ALUISIO ROCHEMBACH

MELHOR INTÉRPRETE – LUIZ MARENCO

MUSICA MAIS POPULAR – O AÇO DO TEMPO